‘MEDIDAS’ DO SOM

O som é uma oscilação na pressão do ar (ou de outro meio elástico) capaz de ser percebida pelo ouvido humano. O número de oscilações da pressão do ar por unidade de tempo definem sua FREQUÊNCIA, enquanto que a magnitude da pressão média define a potência e a INTENSIDADE sonora.

Frequência sonora: Hertz (Hz)

A frequência de uma onda sonora é definida pelo número de ciclos (pulsos) que tem por unidade de tempo (segundos) – e a unidade de medida de ciclos por segundo é expressa em HERTZ, cujo símbolo é Hz. As frequências mais baixas correspondem ao que chamamos de sons “GRAVES”, são os sons com vibrações mais lentas – os sons ‘grossos’; as frequências mais elevadas correspondem ao que chamamos de sons “AGUDOS”, com vibrações muito rápidas – são os sons ‘finos’.
As frequências audíveis variam de acordo com cada pessoa, dependendo inclusive da idade, da saúde dos nossos ouvidos, entre outros fatores, mas geralmente, como já falamos bastante aqui, as pessoas podem ouvir entre 20Hz e 20.000Hz.

Pressão sonora: dB SPL (decibel ‘sound pressure level’ = nível de
pressão sonora)

Já o DECIBEL (dB) é uma UNIDADE DE MEDIDA que exprime, em escala logarítmica, a razão entre dois níveis de potência. Ele é utilizado para medições no campo da Acústica, da Física e da Eletrônica. Na Acústica, o SOM é normalmente medido com microfones e eles respondem (aproximadamente) proporcionalmente à Pressão do Som, p. Como a pressão, a potência e a intensidade dos sons captados pelo ouvido humano cobrem uma ampla faixa de variação (um murmúrio, por exemplo,
irradia uma potência de 0.000 000 001 watt enquanto que o grito de uma pessoa tem uma potência sonora de cerca de 0.001 watt; uma orquestra sinfônica chega a produzir 10 watts enquanto que um avião a jato emite 100000 watts de potência ao decolar. Sendo assim, uma escala logarítmica, como o DECIBEL (um décimo de um bel), é mais adequada para a medida dessas grandezas físicas.

Comentários

comentários